domingo, 21 de abril de 2019

Nos pênaltis, Athletico vence o Toledo e conquista o Paranaense 2019

O Athletico Paranaense é campeão paranaense de 2019.

 O título foi conquistado nesse domingo (dia 21) com a vitória nos pênaltis sobre o Toledo, por 6 a 5, no segundo jogo da final. No tempo normal, a partida terminou em 1 a 0 para o Furacão. No primeiro jogo da final, em Toledo, o time do Interior venceu por 1 a 0. Com isso, a equipe da capital precisava de uma vitória por dois ou mais gols de diferença para ficar com o título. Como ganhou por um gol, a decisão foi nos pênaltis.

Esse foi o 25º título do Athletico no Campeonato Paranaense em toda história. O maior campeão do Estado é o Coritiba, com 38 títulos estaduais. O Toledo nunca conquistou o Paranaense. O título ficou com o Interior em 13 edições, contra 95 vezes da capital.

Em 2019, o Furacão usou apenas a equipe de aspirantes em todas as partidas da competição.

DECISÃO POR PÊNALTIS
Nos pênaltis, acertaram para o Athletico: Bergson, Poveda, Lucas Halter, Matheus Anjos, Marquinho e Khellven. Ninguém errou.

Pelo Toledo, converteram Revson, Jonathan, Leo Teles, Guilherme Rend e Pacato. O único a errar foi Adriano (Léo defendeu).

DESEMPENHO
Nos 90 minutos, o Toledo repetiu a fórmula ultradefensiva e com pouca preocupação no contra-ataque. A ideia era apenas ganhar tempo e tentar a sorte nas raríssimas jogadas ofensivas. O Athletico pressionou nos 90 minutos, mas cometeu erros infantis. Abusou dos cruzamentos e não teve paciência para encontrar brechas na marcação adversária.

CAMPANHAS
O Athletico terminou com a maior pontuação do Campeonato Paranaense, com 27 pontos (8 vitórias, 3 empates e 4 derrotas). O Toledo somou 3 vitórias, 8 empates e 4 derrotas em todo o Estadual.

RETROSPECTO
Athletico e Toledo já se enfrentaram 16 vezes na história, com 7 vitórias do time da capital, 4 do Interior e 5 empates.

ARTILHEIRO
O artilheiro da competição foi o centroavante Rodrigão, do Coxa, com sete gols em oito jogos. Os artilheiros do Athletico no Paranaense foram o meia Marquinho e o atacante Bergson, ambos com seis gols.

PÚBLICO
O jogo registrou o maior público do Paranaense 2019, com 29.130 pessoas na Arena da Baixada. O recorde anterior era do Atletiba da final do segundo turno, com 15.215 pagantes, no mesmo estádio. A melhor marca do clube em 2019 foi contra o Boca Juniors, na Libertadores, com 33.658 pagantes na Arena da Baixada.

ESCALAÇÃO
O Athletico veio com três mudanças em relação ao time do primeiro jogo da final. Saíram da equipe o zagueiro Robson Bambu, o volante Christian e o ponta Jaderson. E entraram o zagueiro Éder, o volante Rossetto e o meia João Pedro. O esquema tático foi a variação do 3-4-3 (com a bola) para o 5-4-1- (sem a bola) usada em toda segundo turno do Paranaense. Já o Toledo usou o 6-3-1 para defender e o 4-1-4-1 quando tinha a posse de bola.

ARBITRAGEM
O Athletico reclamou de dois pênaltis não marcados. Um aos 15, após escanteio, quando Zé Ivaldo dividiu com Fandinho e caiu na área. 

26 – Confusão. Bergson se joga e tenta cavar falta fora da área. O lance segue. Ele invade a área e cai ao dividir com Matheus. O Athletico pede pênalti. Jogadores discutem e trocam empurrões.

PRIMEIRO TEMPO
Ao contrário da lentidão do primeiro jogo em Toledo, a partida na Arena teve trocas rápidas de passes e muitas bolas diretas para a área. O Athletico começou pressionando e sufocando o adversário desde o início. O gol veio já aos 6 minutos, em falta sofrida por Bergson e cobrada por Rossetto. A bola desviou na barreira e entrou no canto: 1 a 0. O Toledo quase não tinha a posse de bola e levou algum perigo em cobranças de escanteio.

Depois do gol, o Athletico trocou a velocidade pela pressa e passou a errar demais em lances fáceis. Só voltou a incomodar no fim, aos 39 e aos 40, em dois cruzamentos de Khellven. Aos 39, Marquinho cabeceou no canto e o goleiro fez grande defesa. Aos 40, Erick cabeceou, após escanteio, e acertou a trave.

SEGUNDO TEMPO
Aos 4, João Pedro saiu lesionado. Entrou o atacante Poveda. O Athletico voltou com a mesma atitude do primeiro tempo, com muita pressa e abusando dos cruzamentos. Apesar dos erros excessivos na construção e na definição, o time da casa criou boas chances para fazer o segundo gol. O Toledo acabou saindo mais para o jogo no segundo tempo e levou perigo em dois contra-ataques.

Aos 29, a segunda substituição no time da casa, saindo Rossetto e entrando o meia Matheus Anjos. Aos 31, mais uma bola na trave: Matheus Anjos cruzou e Lucas Halter mandou no travessão. Aos 42, saiu o zagueiro Éder e entrou o ponta Jaderson.

ESTATÍSTICAS
O Athletico teve 71% de posse de bola, 22 finalizações (7 certas) e 9 escanteios. O Toledo somou 5 arremates (nenhum certo) e 3 escanteios. Os dados são do site oficial do Athletico.

Moradores do Jardim Europa são assaltados ao chegar em casa

Moradores do Jardim Europa foram surpreendidos por assaltantes quando chegaram em sua residência, na madrugada deste domingo (21). Por volta das 01h30 uma equipe policial foi deslocada até o Jardim Europa, onde uma família teria sido vítima de furto.

Chegando ao referido endereço as vítimas relataram que chegaram a residência com alguns de seus familiares, quando foram surpreendidos por dois assaltantes armados. Os dois homens pediam dinheiro as vítimas e durante a ação, acabaram agredindo o proprietário da residência.

Foi constatado que os assaltantes levaram um celular, a chave de um dos veículos da família, além dos documentos pessoais de uma das vítimas. Diante dos acontecimentos a equipe policial efetuou patrulhamento na região, mas não obteve êxito em encontrar os indivíduos. 

A família registrou o boletim de ocorrência na sede da 20ª Subdivisão Policial de Toledo (20ª SDP), e foi orientada quanto as demais providências legais cabíveis a serem tomadas.

sábado, 20 de abril de 2019

Homem é apreendido com 661 gramas de maconha no Jardim São Francisco em Toledo

Um homem foi apreendido na noite desta sexta-feira (19), no Jardim São Francisco, em Toledo com a quantia de 661 gramas de maconha. Por volta das 20h40 uma equipe policial foi deslocada até a Rua Willy Barth, onde de acordo com denúncias haveria um indivíduo vendendo drogas em uma residência.

Chegando ao local os policiais foram recebidos pela ex-mulher do suspeito, que revelou estar separada do mesmo há mais de dois anos. Ela disse a equipe policial que o homem estaria morando no Jardim São Francisco com o seu pai, mas disse não saber o nome da Rua.

Chegando a residência do indivíduo no Jardim São Francisco, o seu pai recebeu os policiais, e liberou a entrada da equipe. Em buscas no quarto do suspeito foram encontradas a quantia de 16 gramas de substância análoga a maconha, prontas para a comercialização dentro do guarda roupas do rapaz. Verificando a parte superior do guarda roupas ainda foi localizada a quantia de 645 gramas de maconha, totalizando 661 gramas de substância ilícita. No local ainda foi encontrado um revólver Rossi calibre 22.

Diante dos fatos o indivíduo recebeu voz de prisão pelo crime de tráfico de drogas, sendo encaminhado até a sede da 20ª Subdivisão Policial de Toledo (20ª SDP), para a confecção do boletim de ocorrência. Na delegacia os policiais ainda encontraram no celular do rapaz várias conversas que comprovam que ele realizava a venda de entorpecentes.